EVENTOS

Cursos

Divulgue seu evento

Fique por dentro

 

Receba todas as novidades no seu email

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados - Portal Terapeutas S/A - Todos os Terapeutas reunidos num só lugar

As informações disponibilizadas são de total responsabilidade de seus autores e tem caráter apenas informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico ou de outro profissional habilitado, eximindo os administradores deste site de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização delas.

Bioeletrografia

  • QuantumBio

Você já deve ter entrado em um lugar e sentido uma energia “pesada”; ou, ao contrário, saído da casa de alguém se sentido mais leve do que nunca. A gente não vê essa energia que está em volta de cada ser humano, mas ela existe.

 

E muitos cientistas dedicam anos de suas vidas em pesquisas para comprovar cientificamente que essa energia (que para muitos é chamada de aura, mas para os estudiosos se trata do nosso campo bioenergético), pode exercer uma grande influência tanto no ambiente ao nosso redor, quanto nas doenças que desenvolvemos. “A nossa consciência faz parte do mundo material e podemos influenciar diretamente o mundo com ela”, afirma um dos mais conhecidos cientistas desta área, o russo Konstantin Korotkov.

 

Professor de física na Universidade Estadual de São Petersburgo, de Tecnologia da Informação, Mecânica e Ótica, na Rússia, e Pesquisador Sênior do Instituto de Pesquisa de Cultura Física e Esporte de São Petersburgo, Korotkov é pesquisador há mais de 40 anos e possui 15 patentes de invenções biofísicas. Entre elas, a do método de captura de imagem eletrofotônica (Electrophotonic Imaging, EPI), antes chamada de técnica de visualização de descarga de gás (Gas Discharge Visualization, GDV). Ela é um avanço da fotografia Kirlian para uma visão direta e em tempo real do sistema humano de energia. Mais de mil médicos, profissionais e pesquisadores se beneficiam do uso dessa tecnologia no mundo.

 

Este tipo de prática considera que o universo é feito de energia e vibração. Tudo o que existe nele resulta dessa energia e vibra continuamente, inclusive o corpo humano. Esse aparelho visa mostrar onde a frequência bioenergética está vibrando de forma errada.

 

A EPI permite capturar, com uma câmera especial, a energia física, emocional e mental que emana dos indivíduos, plantas, líquidos, pós, objetos inanimados, e traduzir isso em um modelo computadorizado. Também permite que se observem desequilíbrios que podem influenciar o bem-estar de uma pessoa, facilitando o diagnóstico da causa de qualquer distúrbio existente ao mostrar a área do corpo e os sistemas de órgãos envolvidos. Um dos maiores benefícios é a capacidade de mensurar, em tempo real, a efetividade de uma série de tratamentos para doenças como o câncer e cardiopatias.

 

A análise se baseia na tomada digital das pontas dos dez dedos, já que cada um é ligado, por via energética, a um determinado órgão. De acordo com Korotkov, o ser humano está constantemente produzindo e liberando energia bioelétrica, e este aparelho consegue fotografar e medir esse campo bioelétrico.

 

Um programa de computador compara as imagens colhidas com centenas de parâmetros armazenados e estabelece um diagrama da saúde física, emocional, psicológica e espiritual, além do nível de stress. Todo esse processo é individual, e cada análise leva em conta a idade e o sexo da pessoa examinada. Através das informações passadas, a pessoa poderá trabalhar de forma consciente e até se curar das doenças geradas pelo seu inconsciente como forma de autodefesa.

 

Os estudos com o dispositivo da EPI são atualmente realizados em universidades e institutos de pesquisa no mundo inteiro, em áreas como a medicina tradicional, a medicina energética, o treinamento atlético, a biofísica e a parapsicologia. A técnica de GDV é aceita pelo Ministério da Saúde da Rússia como uma tecnologia médica, e pelo Ministério do Esporte da Rússia como uma das tecnologias-chave para o esporte, capaz de medir os níveis de stress e otimizar o desempenho dos seus atletas, além de analisar o estado psíquico-emocional de desportistas, atores, militares, executivos, professores e qualquer outra pessoa.

 

KOROTKOV VEIO AO BRASIL APRESENTAR A TECNOLOGIA

 

No I Congresso Internacional Fronteiras da Saúde Quântica, realizado em novembro de 2015 pela QuantumBIO, Korotkov ministrou um workshop de 3h exclusivo para profissionais da saúde, onde apresentou o campo de energia humano através de uma visão científica. Ele também apresentou os resultados das pesquisas com a EPI para a avaliação da saúde, novos experimentos e o novo software. Foram discutidos os efeitos da meditação, concentração e acupuntura no campo de energia humano.

 

Um dos tópicos de discussão foi o registro dinâmico, em tempo real, da influência de emoções humanas e consciência na água e em sensores. Também foi discutido o uso da EPI na medicina alternativa, estudos sobre consciência e medições sobre água estruturada, sangue e minerais. Temas fundamentais em que Korotkov é incansável na divulgação.

 

“Podemos diretamente influenciar o ambiente com nossas emoções e intenções. Claro que isso é muito novo e gera críticas, mas carrega uma mensagem muito importante para todos nós, porque podemos demonstrar que emoções positivas tem grande influência no nosso entorno; as emoções negativas também o tem, inclusive de maneira ainda mais forte. Em um caso, a energia se eleva, e em outro, ela cai. Isso significa que se nós estivermos desenvolvendo em nós mesmos a habilidade de criar o riso, de criar emoções positivas, nós mudamos o ambiente ao nosso redor.”

 

 

Portanto, quando você entrar em um determinado ambiente e sentir um peso ou uma leveza, pode acreditar que não se trata apenas de um sentimento desconectado ou algo imaginado pela sua cabeça. Korotkov tem conseguido provar que a energia que cada ser humano emana é muito mais poderosa do que se imagina.

Profissionais

Rio de Janeiro

  • Ellen Costa Mendes Soares

Email: ellencmsoares@gmail.com

Fone: (21) 99918-5298