EVENTOS

Cursos

Divulgue seu evento

Fique por dentro

 

Receba todas as novidades no seu email

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados - Portal Terapeutas S/A - Todos os Terapeutas reunidos num só lugar

As informações disponibilizadas são de total responsabilidade de seus autores e tem caráter apenas informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico ou de outro profissional habilitado, eximindo os administradores deste site de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização delas.

Fisioterapia

  • Wikipédia

Fisioterapia é uma ciência da saúde aplicada ao estudo, diagnóstico, prevenção e tratamento de disfunções cinéticas funcionais de órgãos e sistemas. Ela estuda, diagnostica, previne e trata os distúrbios, entre outros, cinético-funcionais (da biomecânica e funcionalidade humana) decorrentes de alterações de órgãos e sistemas humanos. Sua gestão necessita do entendimento das estruturas e funções do corpo humano.

Baseia-se na compreensão e no estudo das ciências biológicas e da saúde, fundamentando suas ações em mecanismos terapêuticos próprios, tais como, ciências morfológicas, ciências fisiológicas, patologia, bioquímica, biofísica, biomecânica,cinesia, além das disciplinas comportamentais e sociais. O objetivo desta área é preservar, manter, desenvolver ou restaurar (reabilitação) a integridade de órgãos, sistemas ou funções.

Fisioterapeuta, que é o profissional da área de Saúde, a quem compete executar métodos e técnicas fisioterápicas, com a finalidade de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente. Uma formação curricular consistente permite ao fisioterapeuta, em sua avaliação ou consulta, a formulação do diagnóstico fisioterapêutico (cinesiológico-funcional), de acordo com a normatização profissional do Brasil, atuando desde a admissão do paciente ao serviço à alta. Baseando a sua conduta pautada nos aspectos éticos de sua formação e interação com o paciente, que tem todo um contexto extra-lesão envolvido.

A Fisioterapia foi regulamentada oficialmente no Brasil pelo Decreto-Lei nº 938 em 1969[4] e pela Lei Federal nº 6.316 em 1975.

Histórico

A história da fisioterapia pode ser explicada ao longo das décadas e até de séculos, quando os ancestrais dos seres humanos aplicavam fricção para diminuir um quadro doloroso.E evoluindo para as técnicas atuais. Admite-se que Hipócrates foi um dos primeiros a descrever e documentar tratamentos para a coluna vertebral a qual não mudou muito até o até o final do século XIX.

Fisioterapia no mundo

Sabe-se que desde a Grécia antiga os indivíduos se interessavam por terapias pelo movimentos como uma forma de tratar os doentes, assim como na China Antiga a cinesioterapia era utilizada extensivamente em doenças. Durante a idade média, o corpo humano era tido como algo divino e como tal, as pesquisas era quase que proibidas, pois se tinham a ideia de ser receptáculos da alma, mudando essa visão a partir do renascimento, e reforçada com o advento da revolução Industrial no processo de reabilitar os trabalhadores acidentados.

No século XIX, com a expansão da eletricidade clinicas e espaços que usavam a eletroterapia começaram a se espalhar e popularizar, tanto para uso da psiquiatria quanto para o sistema orgânico do corpo, tais aplicações era elaboradas para se evitar o uso de medicamentos. E a história da Fisioterapia e de seus precursores se fundamentou em seis pilares: hidroterapia, exercícios terapêuticos, eletroterapia,  termoterapia, fototerapia e massagem.

A partir do século XX, a fisioterapia ganha um status de profissão a partir do momento em que as duas guerras mundiais deixam um alto número de pessoas com lesões e ferimentos graves que precisavam urgentemente ser inseridas na vida civil. Nessa época, um dos principais expoentes de pesquisas e desenvolvimento de métodos fisioterapêuticos foram Cyriax, na Inglaterra, e do médico cirurgião alemão Rudolf Klapp, que em conjunto com as fisioterapeutas Blederbeck e Hess desenvolveram o método Klapp, na Alemanha, há também relatos de implementação da profissão na Suíça no período entre guerras. Nos Estados Unidos, a fisioterapia tem seu registro mais antigo contado a partir de grandes eventos trágicos: a epidemia de poliomielite e a entrada do país na Primeira Guerra Mundial que trouxe de volta vários incapacitados. Nesse país, foi criado a associação de fisioterapeutas, em 1921, e inicialmente não se admitiam homens na Associação, o que só aconteceu a partir da década de 30. Devido à forte necessidade de novos profissionais, dado o contexto, o número de fisioterapeutas membros da Associação Americana de Fisioterapia passou de pouco mais de 1.000 nos anos 30 para um total de mais de 8.000 profissionais na década de 50, aumentando os programas e escolas formadoras na mesma época de 16 para 39; e já na década de 60 eram 15.000 fisioterapeutas americanos em atividade em todo país.

Na década de 1950 foi fundada em Londres, a World Confederation for Physical Therapy (WCPT), com a adesão de 13 países. Ao longo do Século XX, a fisioterapia foi se desenvolvendo e ganhando escopo de profissão reconhecida e necessária, mesmo que muitos desafios ainda sejam colocados.

A crescente colaboração internacional, o desenvolvimento nas técnicas de retreinamento muscular e as pesquisas realizadas por um crescente número de fisioterapeutas foram alguns dos fatores que ajudaram no estabelecimento da fundamentação moderna da Fisioterapia. A qual vem caminhando para se firmar como essencial, devido a sua utilidade na prevenção e reabilitação de doenças.

Recursos fisioterapêuticos

Os procedimentos da Fisioterapia contribuem para a prevenção, cura e recuperação da saúde. Para que o fisioterapeuta eleja os procedimentos que serão utilizados, ele terá de proceder à elaboração do diagnóstico Cinesiológico Funcional identificando a abrangência da disfunção, assim como acompanhar a resposta terapêutica aos procedimentos indicados pelo próprio profissional. Eis os mais conhecidos e utilizados recursos fisioterapêuticos:

  • Cinesioterapia - Terapia pelo movimento. São procedimentos onde se usa o movimento com os músculos, articulações, ligamentos, tendões e estruturas do sistema nervoso central e periférico, que têm como objetivo recuperar a função dos mesmos. A reeducação postural é um princípio da cinesioterapia: tratar deformidades da coluna ou problemas de postura com exercícios de alongamento e de fortalecimento muscular. Um dos caminhos é o popularmente conhecido no Brasil como RPG, porém pouco difundido na Europa, aonde se prefere os termos Cadeias musculares de Mezière ou Cadeias diagonais de Busquet (oblíquas, transversas), entre outras.

  • Eletroterapia - Recurso que utiliza a eletricidade em inúmeros tratamentos e estimulação, como o TENS e o FES.

  • Termoterapia - Terapia que utiliza o calor, ou o frio, como forma de tratar diversas patologias.

  • Fototerapia - Utiliza aparelhos geradores de luz em diversos tratamentos.

  • Mecanoterapia - Procedimento com aparelhos mecânicos para fortalecer, alongar, repotencializar a musculatura e reeducar movimentos comprometidos.

  • Hidroterapia - Cinesioterapia realizada em ambiente aquático.

  • Crioterapia - Emprego de gelo como procedimento terapêutico, geralmente em segmentos para tratamento de contusões e torções musculares.

  • Equoterapia (ou Hippoterapia) - reconhecido oficialmente como recurso terapêutico por resolução do Coffito de n.º 348, de 27/03/08. Trata-se do tratamento com auxílio do cavalo: este influencia o paciente, ao invés do paciente controlá-lo. O paciente é colocado sobre o cavalo e responde ativamente aos seus movimentos, enquanto o terapeuta, com o auxílio do auxiliar guia, determina a direção do percurso, a posição da cabeça e a velocidade do cavalo, assim como analisa as respostas do praticante fazendo os ajustes necessários para cada situação.

 

Além destes recursos, há vários outros mais recentes e menos conhecidos e utilizados, entre eles estão:

  • Acupuntura;

  • Cromoterapia;

  • Magnetoterapia;

  • Argiloterapia;

  • Geoterapia;

  • Helioterapia;

  • Talassoterapia;

  • Cristalterapia, etc.

Profissionais

Juiz de Fora

 

  • Daniela Pestana Moreira Carneiro

Email: danielamcarneiro@gmail.com

Fone: (32) 98874-2102

Pouso Alegre

  • Lais Souza

Email: lais.souza02@hotmail.com

Fone: (35) 99178-9192

São Paulo

  • Rafael Cunha Carvalho

Email: rafaelcunha.fisio@gmail.com

Fone: (11) 97090-9675

São Paulo - Outras Cidades

Campinas

  • Leandro Alberto de Sousa

Email leandrosousaosteopatia@gmail.com

Fone: (19) 9934-1541

Jundiaí

  • Valéria Ayumi Balista

Email: conecta.fisioterayu@gmail.com

Fone: (11) 9.7395-4241

Santo André 

  • Ana Cristina Murray

Email: kabat.acs@uol.com.br

Fone: (11) 95922-4191

Florianópolis

 

  • Prof. Dra. Juliana Gulini

Email: julianagulini75@gmail.com

Fone: (48) 98414-4720

Resende

 

  • Natasha Pimenta

Email: npkb@hotmail.com

Fone: (24) 9811-3475