Medicina Chinesa

  • Wikipédia

Também chamada de terapia alternativa, a medicina oriental vem ganhando cada vez mais adeptos. Tanto que, no Brasil, desde 2006, essas terapias passaram a ser oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como recursos complementares aos tratamentos convencionais.

Ela também vem se firmando como uma nova opção de carreira para muitos profissionais de saúde. A crescente demanda mostra uma conquista cada vez maior de pacientes: o Ministério da Saúde calcula que, em 2017, cinco milhões de pessoas receberam terapias alternativas.

Nesse contexto, encontra-se a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), cujas práticas milenares oferecem, dentre inúmeros benefícios, o alívio do estresse, auxílio no tratamento da depressão e eliminação de dores.

Um dos fundamentos da MTC é “enxergar” o organismo em sua totalidade, e como parte integrante do ambiente e dos ciclos da natureza, buscando, sempre, a regulação do corpo todo.

Medicina oriental que existe há mais de 5 mil anos

Originária da China Antiga, a MTC existe há mais de cinco mil anos e está baseada no Taoísmo, que crê na harmonia e no equilíbrio do homem com a natureza como caminho para ele obter a felicidade e longevidade.

Mais especificamente, a medicina chinesa tem como um dos princípios básicos, a concepção de que nós possuímos uma energia vital denominada qi ou chi, que circula por todo o corpo por meio de canais denominados meridianos.

Quando a circulação dessa energia é interrompida pela obstrução desses canais, ocorre a enfermidade. Ainda segundo a MTC, as principais causas desse bloqueio são hábitos comuns ao homem moderno: estresse, sedentarismo, má alimentação, sentimentos negativos (angústia, medo, tristeza) e variações do clima.

Segundo especialistas, as práticas chinesas se distinguem das ocidentais porque atuam de forma preventiva, enquanto a medicina moderna, comum a todos nós, tem um caráter reparador, agindo sobre os efeitos das doenças já estabelecidas.

Principais tratamentos da MTC

O diagnóstico para determinar o melhor tratamento parte de um trabalho individual e bem detalhado da saúde do paciente. São realizadas várias etapas de investigação que incluem observação, palpação e entrevistas com a pessoa.

Um dos principais objetivos é entender o estilo de vida, hábitos do paciente e riscos de enfermidades.  Veja, a seguir, as principais características desses e outros tratamentos e suas aplicações.

Acupuntura

técnica consiste em remover os bloqueios dos 12 meridianos por onde passam, segundo a MTC, os fluxos da energia vital (qi) responsáveis pela harmonia do organismo. A desobstrução ocorre por meio da estimulação, com agulhas, de pontos específicos do corpo.

A acupuntura vem auxiliando o tratamento de diversas patologias crônicas, de natureza ortopédica, reumatológica, ginecológica e até oncológica, aliviando sintomas como dor, depressão, ansiedade, fadiga e náusea, dentre outros.

É, ainda, recorrente na eliminação parcial ou total de efeitos colaterais ocasionados pela rádio e/ou quimioterapia.

Moxabustão

É uma terapia externa utilizada como elemento importante no tratamento da própria acupuntura. Ela consiste na queima de uma moxa sobre a pele, em um dos pontos estimulados pela acupuntura, “aquecendo” os canais e reativando a circulação da energia vital.

A matéria-prima da moxa é a planta Artemísia Vulgaris, também conhecida como flor-de-diana. Por ter propriedades medicinais, suas folhas são utilizadas na fabricação de diversos medicamentos, para usos interno e externo.

A terapia por moxabustão tem, ainda, a capacidade de curar edemas, desintoxicar o organismo e prevenir a gripe e a apolexia (AVC).

Massagem terapêutica

A terapia, onde se utilizam as mãos para pressionar pontos específicos do corpo,  é muito conhecida como fonte de bem-estar e relaxamento. Contudo, a técnica vai muito além, contribuindo significativamente para a cura de problemas físicos e mentais.

Controle do estresse e da ansiedade, recuperação do organismo no pós-operatório, dores crônicas, diminuição da pressão arterial e combate à insônia são apenas alguns dos benefícios gerados pela terapia com massagem terapêutica.

Fitoterapia

A técnica trata e previne doenças por meio da utilização de plantas e minerais na composição de “medicamentos” naturais na forma de chás, ampolas, cápsulas, óleos essenciais, dentre outros.

Essas composições são feitas a partir da extração cuidadosa de princípios ativos dos vegetais e podem ter diversas aplicações, sendo tratamentos complementares de centenas de doenças, comprovando, também, os benefícios da medicina oriental.

Profissionais

                 Brasília                 

Distrito Federal

  • Fernanda Padovani

Email: contato@fernandapadovani.com.br

Fone: (61) 3548-8210

  • Mariana Facchin Vilela

Email: marianafacchin@gmail.com

Fone: (61) 99698-4776

                 Paraíba                 

Campina Grande

  • Alana Fernandes

Email: brida182@hotmail.com

Fone: (83) 3322-4018

                  Paraná                 

Londrina

  • Eveline Carvalho

Fone: 3342-8006 / 99121-9279

              São Paulo                

Santo André

  • Shen Tao

Email: contato@clinicashentao.com.br

Fone: (11) 94513-9932

São José dos Campos

  • Debora Trico

Email: contato@grupovitahair.com

Fone: (12) 99601-1051

Sorocaba

  • Marcia Canhoto

Email: canhoto.marcia@gmail.com

Fone: (15) 98106-3949

Fique por dentro

 

Receba todas as novidades no seu email

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados - Portal Terapeutas S/A - Todos os Terapeutas reunidos num só lugar

  • Facebook
  • Instagram

As informações disponibilizadas são de total responsabilidade de seus autores e tem caráter apenas informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico ou de outro profissional habilitado, eximindo os administradores deste site de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização delas.