A doença começa na mente

Atualizado: Jun 2



Gustavo Meyer

Parapsicologia, Professor de Terapias, Religação Quântica Curativa, Libertação de Memórias Traumáticas



Primeiramente, o que significa doença?

Muitas pessoas dirão que é o contrário de saúde. Outras dirão que são os problemas físicos que apresentamos, ou as nossas disfunções orgânicas.


E se eu disser que a doença na verdade não existe?


A maioria das pessoas vai dizer que eu sou louco. Como pode não existir doença se os hospitais, clínicas e postos de saúde estão cheios de gente doente?

É verdade, os hospitais, clínicas e consultórios estão sempre repletos de pessoas com problemas físicos e orgânicos.


Mas eu digo a você: a doença não pode acontecer sem a participação direta da pessoa.

Então, o que existe é a pessoa doente, isto é, o corpo que apresenta uma doença é resultado da pessoa doente. Por que doença é sinal de desarmonia energética, que produz no corpo, um sintoma, um aviso, provocado pela desarmonia celular.


Podemos citar como exemplo prático, um automóvel. Quando uma luz no painel acende, avisando um problema, o problema não está na luz acesa, mas em alguma parte do carro. A luz, ou o sintoma, só está dando um aviso.


Para quem não sabe, Energia é o resultado conseguido através do movimento dos átomos, dentro de algum tipo de meio condutor – inclusive o nosso corpo – onde as células são aglomerados de átomos. Portanto, se os átomos de uma determinada parte do corpo estão se movimentando de forma inadequada, irão provocar uma disfunção no organismo, ou seja, as células de uma determinada parte do corpo não permitirão o fluxo normal da energia.


No entanto, este funcionamento incorreto é apenas um aviso, não a causa em si. Indica apenas que o Ser encarnado está desequilibrado, e este desequilíbrio é produzido na psique, no seu sistema emocional, como consequência da sua forma de pensar e sentir, geralmente, provocada por conflitos emocionais e isso provoca uma anormalidade no fluxo energético.

O corpo demonstra apenas o efeito desse desequilíbrio. Mas, que por sua vez, enfraquece os sistemas de defesa do organismo, e, diretamente, o sistema imunológico.


Como isso acontece?


Se, em alguma parte do corpo o fluxo de energia está desorganizado, ou seja, a energia não está fluindo naturalmente, está congestionada ou bloqueada, ele está exigindo mais trabalho do sistema imunológico, e, consequentemente, ele se dedica com mais intensidade àquele trabalho, o que geralmente, percebemos através do aumento da temperatura. Assim, não consegue dar atenção a todo o organismo como deveria. Daí outras partes do corpo também necessitarem do cuidado do sistema de defesa, mas, não o recebem adequadamente. Esse processo constante é o que provoca o envelhecimento, pois vai enfraquecendo todo o sistema orgânico.


Por isso que quando alguém fica “doente” fica sujeito a mais outras complicações.

Mas, a “doença” tem o único propósito de nos manter perfeitamente equilibrados e sadios. O sintoma se manifesta no corpo com a única finalidade de chamar a nossa atenção. É um sinal que causa uma perturbação em nossa rotina e nos obriga a procurar saber o que se passa conosco. O sintoma que se manifesta no corpo é um sinal visível, de uma questão invisível, e através dele, poderemos verificar o que está incomodando nossa vida. São manifestações físicas, do que se passa no nosso sistema emocional.


A doença é a maneira que o nosso Eu Superior usa para chamar nossa atenção; para podermos perceber que existe algo em nossa vida que precisa ser revisto. Ao mesmo tempo, ela também serve para chamar a atenção de quem está à nossa volta, que muitas vezes, também nos estimula a ir em busca de ajuda, ou a repensar as coisas.


Todo doente é uma pessoa carente de atenção. Atenção dos outros e principalmente atenção de si mesma. Isso porque, existe algo no seu sistema emocional que está provocando medo, ansiedade, dúvida, frustração, conflitos, etc., que cria um jeito de se fazer notar.


A doença é a expressão física de algum problema emocional não atendido e não resolvido, porque, normalmente, não é compreendido.


* Toda doença ou anormalidade orgânica é gerada pelo desequilíbrio emocional. Este desequilíbrio emocional é causado por algum conflito entre o ego e o Eu, e este conflito provoca estresse. Estresse produz adrenalina e cortizol além do necessário, e o excesso de cortizol vai enfraquecer a área do corpo correspondente ao conflito emocional, produzindo assim o sintoma e posteriormente a doença.


Vamos fazer uma breve explanação sobre o nosso fantástico corpo.

Todo o nosso organismo é um sistema funcional altamente sofisticado e muito inteligente que obedece cegamente aos comandos enviados pelo nosso cérebro.


No entanto, existe algo invisível dotado de um poder inimaginável e geralmente muito descontrolado, que atua sobre o nosso cérebro fazendo-o agir muitas vezes contra nós mesmos. É a nossa mente. E aqui é indispensável que fique bem claro que nossa mente não é, nem de longe, o nosso cérebro.


Nosso cérebro é uma massa de carne composta por bilhões de fibras nervosas chamadas neurônios, que têm a capacidade de entender as mensagens enviadas pela mente. Mas antes que essas mensagens cheguem ao cérebro, elas passam pelo coração.


O fluxo dessas mensagens ocorre da seguinte maneira: a informação produzida pela mente passa antes pelo coração, que as envia para o cérebro após uma fração de segundo, na forma de impulsos eletromagnéticos e nele, as transfere ao hipotálamo da mesma maneira, que as repassa à hipófise agora quimicamente, e esta ativa a produção de mensageiros químicos chamados hormônios, para agir no corpo.


Assim, a mente pensa, o coração recebe a informação, repassa-a para o cérebro, e este, obedientemente a repassa ao corpo, sejam elas corretas ou não, ou seja, se vão nos beneficiar ou nos prejudicar, nosso cérebro é incapaz de saber. Daí podemos facilmente concluir que o nosso fantástico cérebro - NÃO PENSA.


Em 1991 foi publicado numa importante revista médica, o primeiro trabalho com metodologia científica que mostrou como o psiquismo interfere na saúde. Foram acompanhadas 393 pessoas durante um ano, divididos em dois grupos – um com pessoas de alto nível de estresse e outro de baixo nível de estresse.


Em ambos os grupos foram inoculados na mucosa nasal, cinco “cepas”[1] de germes provocadores de resfriado, e acompanhado quantos episódios de resfriado cada um tinha e quanto tempo durava. No final de um ano, verificou-se que as pessoas estressadas tiveram muito mais casos de resfriado e mais prolongados.


Isso provou como o estresse, ou situações ou pensamentos estressantes diminuem a resistência imunológica.


Existem provas que relacionam a produção de câncer com pessoas que acreditam na doença e vivem em constante tristeza, melancolia, depressão, sentimento de culpa, etc. Da mesma forma que o vírus da herpes só se manifesta quando nossas defesas imunológicas estão muito debilitadas.


Tudo o que existe no Universo foi produzido, primeiramente, no mundo espiritual, pois este é o princípio de tudo. Nosso corpo físico foi inteiramente projetado e construído, pela intenção do nosso Espírito, que o dotou de todos os recursos necessários para ser e funcionar de forma perfeita, porém, desde o início de sua aventura neste Planeta, foi gradativamente se degradando graças ao que foi aprendendo erroneamente. Ele foi moldado de maneira precisa, diminuindo os planos espirituais e aumentando os materiais até se concretizar na forma física, mas mantendo todas as condições para permanecer em perfeito equilíbrio. Quando este equilíbrio é quebrado pelos nossos pensamentos, sentimentos e emoções, criamos problemas. Ainda assim, somos dotados de um perfeito sistema de proteção e defesa, que é mantido pelo nosso Espírito, sem que percebamos.

Todo nosso sistema orgânico é dotado de protetores imunológicos, isto é, de elementos naturais que cuidam para que todo o organismo funcione perfeitamente. Estes elementos químicos entram em ação, toda vez que algo tenta agredir o organismo de qualquer forma, e isto, tanto pode ocorrer vindo do exterior, como um vírus, uma bactéria, um machucado, quanto o que pode ser provocado internamente, através de um simples pensamento, que provoca a reação imediata desses elementos, para nos manter saudáveis enquanto for possível. Essas reações internas também podem ser provocadas por situações imaginárias.

A febre, para a grande maioria, é uma característica de inflamação ou infecção. No entanto, ela é a nossa maior aliada para avisar que algo está errado com o funcionamento do nosso corpo. A febre se caracteriza por um aumento da temperatura do corpo, e isso significa que os átomos constituintes do nosso corpo, estão trabalhando mais rapidamente, para impedir o ataque de elementos estranhos no organismo, e isto provoca o aumento da temperatura. Se os átomos se movimentam mais rápido, produzem mais energia, e assim, aumentam a temperatura. É o nosso próprio corpo tentando se defender.


É claro, que quando a situação exige, quando o sintoma se transforma em disfunção orgânica, que os agentes do nosso sistema imunológico, já não conseguem mais dar conta, precisamos do auxílio de remédios, que ajudem o nosso sistema de defesa físico. Pelo menos, neste estágio evolutivo.


Nossos sintomas físicos são nossos companheiros mais íntimos, visto que nos conhecem por dentro, e se manifestam sempre para nos alertar que algo dentro da nossa psique, não está recebendo a devida atenção, ou seja, algo está faltando, para nos manter completos. É preciso estar atento para entender o que os sintomas estão querendo nos dizer (e isso, às vezes nem nós mesmos queremos admitir), já que nossos sintomas nos conhecem melhor do que ninguém, eles nos mostrarão sempre aquilo que realmente precisamos. Ignorá-los não os fará desaparecer, pois se manterão presentes até serem reconhecidos e cuidados.


Assim, a doença obedece a cinco fases. São elas:

1 – Fase Energética: alteração do estado emocional; altera a pulsação.

2 – Fase Bioquímica: altera as reações orgânicas.

3 – Fase Clínica: altera o funcionamento orgânico.

4 – Fase Anatômica: altera a estrutura orgânica.

5 – Fase da Cura: começa o caminho de volta.

0 visualização

EVENTOS

Cursos

Divulgue seu evento

Fique por dentro

 

Receba todas as novidades no seu email

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados - Portal Terapeutas S/A - Todos os Terapeutas reunidos num só lugar

As informações disponibilizadas são de total responsabilidade de seus autores e tem caráter apenas informativo, não podendo, jamais, ser utilizadas em substituição a um diagnóstico médico ou de outro profissional habilitado, eximindo os administradores deste site de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização delas.